Cardápio e dicas para você emagrecer com a Dieta DASH

Hoje vamos dar uma dica de um método eficiente para emagrecer, que é a Dieta DASH que pode te ajudar a emagrecer e conquistar o peso ideal. Esse método é é considerado por muitos um dos avanços mais importantes na ciência nutricional dos últimos anos.

Criada para tratar de hipertensão, a dieta DASH – Dietary Approches to Stop Hypertension, que, na tradução livre, significa abordagens dietéticas para parar a hipertensão, proporciona a redução dos níveis de colesterol e tiglicérides, o que, consequentemente, acaba por reduzir o peso.

A dieta DASH, associada a exercícios físicos, tem trazido satisfação aos seus adeptos, pois não é considerada uma dieta radical ou extremamente restritiva. A ideia da dieta consiste em substituir alimentos que podem causar o aumento da pressão arterial, por alimentos de baixo colesterol.

Essa dieta assim como várias outros métodos parecidos estimula a ingestão de frutas, vegetais, carnes brancas, cereais e laticínios desnatados. Sendo alimentos que estarão presentes no cardápio, que vamos dar dicas de como montar o seu logo mais abaixo.

Sabendo mais sobre a Dieta DASH

Sal

Considerado um grande vilão por diversas dietas, inclusive pela dieta DASH, deve ser consumido sem excessos, pois pode causar o aumento da pressão arterial, mau funcionamento dos rins, retenção de líquido, podendo desencadear doenças cardiovasculares, renais, câncer, pode provocar um AVC e até mesmo um infarto.

O sal ou sódio está presente também em diversos produtos industrializados. Você terá sempre que olhar os rótulos dos produtos e evitar aqueles que possuam quantidade alta de sódio.

Açúcar

O consumo excessivo de açúcar pode desencadear doenças como diabetes, obesidade e doenças do coração, pois o açúcar aumenta o colesterol ruim e os triglicérides.

Há quem defenda que o açúcar é essencial para o nosso corpo, pois nos dá energia. Ocorre que, consumido em excesso, o açúcar aumenta o nível de insulina e, consequentemente, causa o acúmulo de gordura nas células. Quem não pratica regularmente exercícios não consegue transformar esse açúcar em energia. Por isso, na dieta DASH a prática de exercício físico é grande aliada.

Muitas vezes o açúcar encontra-se nos alimentos com outros nomes: dextrose, sacarose, maltose, xarope de milho e outros. Tenham, mais uma vez atenção aos rótulos.

Gorduras Ruins

São chamadas gorduras ruins, as gorduras saturadas e as gorduras trans. O consumo dessas gorduras em excesso também causa doenças cardiovasculares e outros males à saúde, razão pela qual a dieta DASH também restringe o consumo de tais gorduras.

As gorduras saturadas estão presentes nas frituras, nas manteigas, nas carnes vermelhas, nos queijos e nos laticínios integrais. As trans são encontradas em alguns pães e em biscoitos recheados, por exemplo.

Modelo de cardápio para a Dieta DASH

No geral as pessoas que aderem à dieta DASH demonstram grande satisfação, pois o sistema de substituição não faz com que sintam fome.

Para nortear o início da sua dieta DASH, formulamos algumas sugestões de cardápio para você variar durante a semana:

Café da manhã

1 fatia de pão integral com cottage + iogurte natural com aveia + 1 fatia de mamão;
ou
2 torradas de arroz com ricota temperada + 1 banana com linhaça + 1 copo de leite desnatado;
ou
1 tapioca com cottage temperado e chia + 1 maçã + 1 copo de leite desnatado com cacau em pó sem açúcar;

Almoço/jantar

Arroz integral ou macarrão integral + peixe grelhado + legumes cozidos + verduras à vontade;
ou
Omelete de claras com frango desfiado, cebola, tomate e especiarias + legumes cozidos + verduras à vontade;
ou
Lasanha de abobrinha ou berinjela com frango desfiado, cottage e especiarias + legumes cozidos + verduras à vontade;
ou
Arroz integral + chuchu com camarão + verduras à vontade;

Lanches entre as refeições

Amêndoas (8), castanhas (4);
ou
Iogurte natural com chia ou aveia ou linhaça;
ou
Fruta secas, sem adição de açúcar;

Preparo das refeições

Importante você sempre controlar o acréscimo de óleos e sal no preparo de suas refeições, bem como beber bastante água. A ingestão de fibras ajuda ao tráfego intestinal, desde que seja equilibrada com a ingestão de água, caso contrário poderá desencadear a indesejável prisão de ventre.

Chás e café também podem ser perfeitamente inseridos na dieta DASH, desde que não sejam adoçados com açúcar e seus derivados.

Conclusão

Conforme falamos anteriormente, a dieta DASH deverá ser acompanhada da prática de atividades físicas. Caso você não goste de academias de ginástica, existem outras formas de se praticar exercícios, a exemplo, uma caminhada, uma aula de dança, subir e descer escadas, natação e várias outras opções.

O importante é você sair do sedentarismo e praticar exercícios físicos. Com isso aliado a uma alimentação saudável e essa dieta balanceada você vai conseguir perder peso. Tenha sempre em mente que na busca pelo peso ideal você terá que ter foco e determinação.

O que achou da dieta? Acha fácil realizá-la? Se já começou a dieta DASH, o que está achando? Deixe aqui seu depoimento, pois ele poderá ajudar outras pessoas e lembre-se de compartilhar esse artigo com familiares e amigos que também desejam emagrecer.

Facebook Comments
Cardápio e dicas para você emagrecer com a Dieta DASH
5 (99.61%) 51 votes
SHARE